Crédito Pessoal – Documentos necessários para o pedido

A documentação a apresentar para solicitar um crédito pessoal pode variar dependendo da empresa de crédito ou da instituição bancária. Alguns bancos exigem mais informação do que outros. Contudo, os documentos mais importantes solicitados pelas empresas de crédito ou bancos que concedem o crédito são comuns a todos os pedidos de crédito pessoal.

image

Em regra geral irá necessitar de apresentar fotocópias válidas do Bilhete de Identidade, fotocópia do Cartão de Contribuinte e um comprovativo dos seus rendimentos. Alguns bancos pedem apenas os últimos três recibos do seu vencimento. Outros exigem uma declaração de rendimentos mediante a sua situação profissional e como tal são solicitados mais documentos que o comprovem. Se trabalha por conta própria ou é trabalhador independente terá de entregar a última declaração de IRS juntamente com a respectiva nota de liquidação, assim como os extractos bancários dos últimos 3 meses. Se é trabalhador por conta de outrem, basta apresentar os dois últimos recibos de vencimento e a última declaração de IRS com respectiva nota de liquidação. No caso dos reformados ou pensionistas, pode ser exigido uma declaração anual da reforma ou pensão e claro, a última declaração de IRS com a respectiva nota de liquidação.
Além dos documentos que comprovam os seus rendimentos, para formalizar o seu pedido de crédito pessoal são exigidos comprovativos de residência dos titulares do crédito. Como comprovativo de morada poderá entregar, por exemplo, uma factura da água, luz, gás, telefone, televisão por cabo, etc.
É ainda pedido um comprovativo de NIB, no qual conste o nome de um dos titulares do crédito solicitado. Por exemplo, um extracto da conta bancária ou a primeira página da caderneta.
Quando aplicável, poderá ainda ser requerida uma proposta de seguro, assim como uma ficha de Informação Normalizada Europeia em matéria de Crédito a Consumidores devidamente datadas e assinadas.

Reduzindo os custos de manutenção da casa de veraneio

Ter uma casa de veraneio é um sonho para muitas pessoas, já que esse será o ambiente em que vamos quando quisermos descansar e aproveitar um tempo com a família e com os amigos, porém, um dos problemas mais encontrados por quem possui esse tipo de ambiente é o alto custo de manutenção que essas residências possuem, principalmente aquelas que ficam longe de nossa residência padrão, porém, existem alguns cuidados que podem ser tomados que tornarão a manutenção da casa muito menor e deixará ela sempre pronta para te receber, os cuidados são:

image

Desligue os registros – Desligar os registros evita que ao voltar para casa você tenha algumas surpresas desagradáveis, como alguma torneira que começou a vazar devido a pressão da água, além disso, se o gás vazar, ao voltar para a sua residência você pode causar um enorme acidente fazendo da sua casa uma enorme bomba, além disso, esse vazamentos podem custar caro ao longo do mês, portanto, para garantir que nada de ruim aconteça, desligue todos os registros e trate de esvaziar todos os canos, para os de água, abrir as torneiras é uma ótima forma de limpar tudo e dessa forma evitar problemas, quanto ao gás, você pode desligar o encanamento e acender algumas chamas no fogão para queimar o excesso que ficou, para evitar o mal cheiro e também que a água do vaso venha a evaporar, você pode colar um plástico em sua superfície.

Limpe a casa antes de sair – Deixar a casa limpa é uma ótima maneira de evitar surpresas desagradáveis ao voltar, uma dessas surpresas é a propagação de insetos dentro da residência, muitas pessoas acabam esquecendo-se de fazer isso, e ao voltar para casa encontram a mesma extremamente suja e infestada de pragas.

Tranque tudo – Trancar a casa ao sair é algo extremamente necessário, dessa forma você protege tudo o que há de importante dentro da sua casa e evita a entrada de animais que podem fazer morada em sua residência, isso pode custar muito caro quando você voltar, além de acabar com a alegria de um período de férias, se possível, você pode contratar um segurança que de uma passada por sua residência de vez em quando a fim de conferir se tudo está em ordem.

Abra mão da grama natural – A grama natural exige muitos custos de manutenção, além de impedir que a água e a energia da residência sejam desligadas, para garantir um quintal sempre bonito e bem aparadas, uma boa sugestão é colocar uma boa grama sintética, essa é uma ótima opção para casas de veraneio, dessa forma o cuidado com a mesma será bem mais reduzido.

Essas são as nossas dicas para cuidar da sua casa de veraneio, tem mais alguma sugestão? Apresente para nós, teremos o maior prazer em falar sobre isso.

Dicas para não sofrer muito com a crise econômica

Estamos vivendo um momento grave de crise econômica no Brasil. Não vamos entrar nos méritos de culpa e responsáveis, pois isso não leva a lugar algum – pelo menos para nós. O certo agora é pensar no que fazer para que a crise não afete demais a nossa vida – pois pelo menos um pouco nós seremos afetados.

rich-image

Pensando em ajudar as pessoas que estão buscando soluções inteligentes para conviver com esse momento turbulento, separamos algumas dicas de atitudes vencedoras para encarar a crise de frente e vencê-la com todos os méritos.

Acompanhe nossas ideias e fique a vontade para interagir com o nosso blog. Deixe seu comentário com as sugestões que você sentiu falta, faça um elogio ou critique a nossa postura, caso você ache que estamos errando em nossas colocações. O importante é viver bem com todas as opiniões.

Não deixe os boletos vencer

Muita gente acredita que deixar de pagar uma conta ou outra pode ser a melhor saída para ter as finanças equilibradas. Porém, você não pode se esquecer que um dia esse débito deverá ser quitado. E quando esse momento chegar eu tenho CERTEZA que você se arrependerá de tal atitude.

Os jutos e multas que atrasos em contas e boletos geram é algo monstruoso. Você verá que essa escolha provocará um arrombo muito maior e com consequências piores do que se você tivesse pagado no momento certo. Por isso, caso seu boleto do Banco do Brasil, Itaú, Sicredi, HSBC ou qualquer outra instituição estiver atrasado, faço a quitação ainda hoje e elimine esse problema da sua vida. Daqui pra frente você se organizará de outra maneira para enfrentar a crise.

Seja criterioso antes de comprar algo

Pense muito bem antes de fazer uma compra. Veja se realmente não será algo supérfluo. É fundamental que haja um controle no consumo. Mas não quero dizer que você deva parar de consumir, muito pelo contrário, você deve consumir, porém, com responsabilidade.

Veja se o produto / serviço é realmente útil e fará a diferença em sua vida. Analise se ele pode ser deixado para outro momento ou se ele é fundamental para o agora. Pense em todos os custos fixos que você já tem e entenda se essa adição não será pesada. Com todos os critérios analisados, faça a sua decisão e compre (ou não) com toda a certeza.

Evite, ao máximo, parcelar suas compras

Esse não é o momento de apostar em parcelas. Sei o quanto é tentador ver aquela oferta irresistível em 10x sem juros, porém, ao fazer isso, você estará comprometendo sua renda para daqui 10 meses. Será que você terá trabalho? Será que você terá dinheiro para pagar? Essas peguntas devem ser feitas antes de entrar numa dívida durante os períodos de crise.

A minha dica é: compre à vista. Junte o dinheiro necessário e faça a aquisição pagando tudo de uma vez. Ao fazer isso, além de garantir que não haverá problemas no futuro, você ainda poderá conseguir descontos bem bacanas.

poupar-na-crise

Essas 3 dicas são apenas atitudes iniciais para quem quer enfrentar os problemas econômicos sem sofrer muito com as consequências. Se você chegou até aqui é porque mostrou uma preocupação genuína com a nossa situação, por isso, resolvi apresentar mais duas dicas para você colocar em prática agora mesmo para fugir da crise. Veja:

Avalie bem suas necessidades: Só compre se você realmente precisar. Evite o consumismo por si só ou a impulsividade. Essas atitudes costumam deixar marcas dolorosas, principalmente, se você não tem condições de arcar com os compromissos gerados.

Não deixe que a negatividade tome conta de você: Evite entrar na onda do pessimismo, pois isso só prejudique. Tenha consciência do que está acontecendo, porém, não se deixe levar pela turma dos frustrados. Continue vivendo com alegria e intensidade, pois o que vivemos é apenas um momento!