Os cuidados essenciais para a saúde bucal

O segredo para manter a saúde bucal e ter um sorriso perfeito é tomar alguns cuidados diários. Ao segui-los, dá para evitar cáries, retrações de gengiva, formação de placa bacteriana, dentre outros problemas que podem levar à perda dos dentes.

Para sanar esses problemas, muitas vezes é preciso tempo e gastar muito dinheiro em tratamentos de periodontia, endodontia e estéticos, realizando implante dentário em Curitiba para suprir a falta de dentes.

Curiosamente, esses cuidados diários custam bem menos do que os tratamentos que seriam realizados em consultórios para voltar a ter a saúde bucal em dia. Quer saber quais são esses cuidados? Então, veja essa lista!

image

– Escovação: esse é o principal processo de higienização dos dentes. A escovação ajuda a evitar a proliferação de bactérias, o desenvolvimento de cáries e o mau hálito.

Esse procedimento deve ser feito sempre após as refeições, para eliminar restos de alimentos que ficam na superfície dos dentes. Use uma escova com cerdas macias, pois as duras podem prejudicar o esmalte dos dentes e machucar a gengiva.

Ao higienizar as laterais dos dentes, segure a escova num ângulo de 45º, o que ajuda a limpar também a gengiva, evitando a formação de placas bacterianas, que podem causar retrações e hipersensibilidade.

Se quiser potencializar a limpeza, após a escovação use um enxaguante bucal com flúor, que além de higienizar a boca também auxilia no fortalecimento dos dentes, evitando quebras e perdas.

– Uso do fio dental: muitas vezes, a escovação não remove restos de alimentos que ficaram presos entre os dentes, o que só é possível ao passar o fio dental entre eles.

Esses restos de alimentos podem provocar cáries e mau hálito. Daí a importância de usar sempre o fio dental, procedimento que também deve ser feito após as refeições.

– Limpeza da língua: esse procedimento é fundamental para quem deseja se livrar o mau hálito, que, na maioria das vezes, é causado pela falta de limpeza da língua.

Para higienizá-la, basta usar um limpador, que pode ser encontrado facilmente em farmácias, passando-o do fundo até a ponta da língua, removendo resquícios de alimentos e bactérias.

Self Storage

O Self Storage é ideal para você que acabou de se mudar para um espaço pequeno e para ajudar na organização Self Storage entra em ação. Seja em empresas ou clientes comuns, em containers ou depósitos temporários e possível guardar e organizar documentos, moveis, roupas e outros.

A principal vantagem de obter o Self Storage é que ele possibilita ao cliente em ter mais espaço seja na sua casa ou no seu escritório, essa otimização de espaço faz com que a procura pela contratação do Self Storage seja cada vez maior.

image

Muitas vezes no ambiente por mais que haja organização, objetos demais por excesso atrapalham e faz com que muitas áreas fiquem extremamente bagunçadas, isso pode ser evitado com o aluguel do Self Storage. Além de possibilitar a organização e melhorar os arquivos referentes a trabalho, lembrando também que com Self Storage as possibilidades são diversas como por exemplo escritórios com um fluxo muito grande de arquivos, papel e pastas, além também de buffets que precisam guardar mesas cadeiras, brinquedos entre outros objetos.

O variado uso do Self Storage em são paulo permite que ela seja uma opção de escolha em períodos de mudanças ou reformas, pois eles possuem um custo bem baixo e são alugados por metro quadrado.

O Self Storage além de barato ele vai te ajudar naquele momento que o seu espaço precisa de uma geral, organizando e dando um visual bem mais bonito para a sua bagunça. Além de inúmeras vantagens, muitas pessoas procuram galpões ou depósitos temporários para guardarem diversos materiais o Self Storage tem a opção de box climatizado aonde é possível guardar sua coleção de vinhos, bebidas, obras de artes, equipamentos entre vários outros itens que exigem uma temperatura controlada. A tendência é que a utilização de Self Storage se consolide sendo cada vez mais utilizado e acessível.

Os cuidados essenciais com os tapetes para quarto

Os tapetes para quarto desempenham papel importante na decoração, uma vez que tornam o ambiente mais aconchegante, proporcionam sensação de conforto acústico e térmico, além de dar mais estilo ao cômodo.

No entanto, quem investe nos tapetes para quarto deve tomar alguns cuidados essenciais para garantir esses resultados e evitar que as peças fiquem sujas ou se tornem criadouros de fungos e ácaros.

Quer conferir quais são esses cuidados para aplicar nos seus tapetes para quarto? Então, confira essa lista!

image

– Realize uma limpeza diária nos tapetes para quarto. Esse processo não é complicado, basta utilizar um aspirador de pó, para remover sujeiras e poeira acumuladas durante o dia anterior.

Quem não possui aspirador de pó e a grana estiver curta para comprar um, não há problemas, é só realizar a limpeza diária utilizando uma escova ou vassoura com cerdas macias, passando-a sempre no sentido dos pelos da peça.

– Elimine manchas de sujeira, bebidas ou alimentos dos tapetes para quarto usando uma solução de água com sabão líquido neutro. Basta misturar um litro de água a uma colher de sopa de sabão.

Com o auxílio de um spray, borrife essa solução sobre o local da mancha, deixando-a agir por alguns minutos. Em seguida, pressione um pano macio sobre a área afetada, para absorver a sujeira e umidade.

Lembre-se de nunca esfregar o pano sobre a mancha durante o processo de remoção, o que pode espalhar a sujeira e ampliar ainda mais a marca, comprometendo seriamente a beleza do tapete para quarto.

– Uma vez por ano, leve os tapetes para quarto a uma empresa especializada, para realizar uma limpeza profunda nas peças. Isso ajuda a mantê-las sempre belas e a eliminar eventuais manchas.

Caso o orçamento esteja apertado para realizar essa higienização numa empresa, dá para fazê-la em casa, utilizando produtos específicos para limpeza de tapetes, itens que podem ser encontrados em supermercados. É só seguir as recomendações do rótulo para higienizar as peças.

– Nunca deixe os tapetes para quarto sob a incidência direta dos raios solares, o que pode desbotar as cores das peças ou deixá-las com deformidades.

Carros Rebaixados. É permitido?

11199590_485507611601402_907046316_nÉ muito comum encontrarmos essa dúvida sobre os carros rebaixados. Essa verdadeira febre, principalmente entre os jovens, desperto a atenção das autoridades quanto a necessidade da regulamentação dessa prática. O rebaixamento dá aos veículos estilo e beleza, porém, deve ser feita dentro do que manda as leis do país.

A polícia de trânsito e os agentes estão treinados para atender todas as dúvidas sobre essa prática. O Detran do Estada do Paraná, por exemplo, já instruiu toda a equipe para lidar com as dúvidas que possam surgir sobre a nova regulamentação que entrou em vigor em 2014 – trata-se da Resolução Nº 479 de 20 de março de 2014 do CONTRAN que diz:

Art. 6º Os veículos de passageiros e de cargas, exceto veículos de duas ou três rodas e quadriciclos, usados, que sofrerem alterações no sistema de suspensão, ficam obrigados a atender aos limites e exigências previstos nesta Resolução, cabendo a cada entidade executora das modificações e ao proprietário do veículo a responsabilidade pelo atendimento às exigências em vigor.

I – o sistema de suspensão poderá ser fixo ou regulável.

II – A altura mínima permitida para circulação deve ser maior ou igual a 100 mm, medidos verticalmente do solo ao ponto mais baixo da carroceria ou chassi, conforme anexo I.

III – O conjunto de rodas e pneus não poderá tocar em parte alguma do veículo quando submetido ao teste de esterçamento.

Para que você tenha seu carro rebaixado de acordo com o que diz a lei, evitando problemas futuros, é importante que você siga alguns procedimentos. Para começar, o carro deve ficar, ao menos, 10 cm distante do chão. Outra coisa importante é que as rodas não podem tocar em nenhum lugar do carro.

Tendo essas características de acordo com o que diz a lei, você deve procurar o Detran PR (ou o Detran do seu estado) para que a modificação seja liberada. É claro que você terá que pagar uma taxa para ter o seu veículo regularizado – e isso não é novidade. Com a aprovação em mãos, você deve procurar uma oficina credenciada que fará a vistoria e validação do rebaixamento e, com a aprovação, você voltará ao Detran para finalizar os trâmites.

Land-Rover-Range-Rover-Evoque-2011-dub-rebaixado

Levei Multa por conta do carro rebaixado

Como o uso do carro rebaixado – desde que siga todas as indicações dadas acima – agora é permitida, se você se enquadra no perfil e levou uma multa, mesmo antes de entrar em vigor a resolução – é possível recorrer. Procure um especialista em multa de trânsito que ele pode indicar os melhores caminhos para evitar que você tenha que pagar o valor estipulado e leve os pontos na sua CNH.